INTRODUÇÃO

1. Problema
   1.1. Os desafios na Sociedade da Informação
   1.2. As TIC potenciando o ensino da Química
2. Investigação
   2.1. Objectivos
   2.2. Relevância da investigação
   2.3. Produtos finais
   2.4. Metodologia de investigação utilizada
3. Estrutura da dissertação

CAPÍTULO 1 - (RE) PENSANDO A ESCOLA COM AS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

1. A Sociedade da Informação – a sociedade “Em Formação”
   1.1. A educação e o papel da escola num mundo em mudança
   1.2. O papel do professor na escola do século XXI
   1.3. Perspectivas actuais para a formação contínua de professores
2. A zap generation
   2.1. O zapping contínuo
   2.2. Os zap generation na escola
3. As TIC no currículo do Ensino Básico e Secundário
   3.1. Introdução das TIC no ensino: breve percurso histórico
   3.2. Integração das TIC no Ensino Básico
   3.3. Integração das TIC no Ensino Secundário
4. Potencialidades e limitações pedagógicas das TIC na renovação da paisagem educativa
5. Perspectivas no ensino das Ciências – síntese do contributo da Psicologia da Aprendizagem
   5.1. Ensino por transmissão
   5.2. Ensino por descoberta
   5.3. Ensino por mudança conceptual
   5.4. Ensino por pesquisa
   5.5 Das Teorias de Aprendizagem às TIC

CAPÍTULO 2 - AS CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS E AS TIC EM CONTEXTO EDUCATIVO

1. Caracterização do ensino das Ciências Físico-Químicas
   1.1 Os professores
   1.2 Os alunos
   1.3 As aulas
   1.4 O trabalho experimental e laboratorial em Ciências
   1.5 A avaliação
   1.6 Perspectivas dos professores e dos alunos sobre os programas
   1.7 Recursos materiais existentes nas escolas
   1.8 A utilização das TIC pelos professores de Ciências Físico-Químicas
   1.9 A utilização das TIC pela zap generation

2. Concepções alternativas em Química

3. Recursos digitais para o ensino da Química
   3.1. A Internet – um espaço de comunicação
   3.2. Sistemas hipertexto/hipermédia

4. Roteiros de exploração – elos de ligação entre o software educativo e a realidade pedagógica

CAPÍTULO 3 - OBJECTIVOS E METODOLOGIAS DA INVESTIGAÇÃO

1. Fundamentação da investigação

2. Identificação do objecto

3. Objectivos da investigação

4. Características da investigação qualitativa em educação

5. Estudo de Caso

6. Instrumentos de recolha de dados
   6.1. Notas de campo
   6.2. Entrevista
   6.3. Questionário

CAPÍTULO 4 - CONCEPÇÃO DOS RECURSOS “+QUÍMICADIGITAL”

1. Algumas considerações iniciais

2. A escolha do conteúdo programático

3. Planificação e concepção dos recursos “+ Química Digital”
   3.1. Planificação dos recursos ”+ Química Digital”
   3.2. Procedimentos adoptados para a concepção dos recursos ”+ Química Digital”

4. Aspectos técnicos atendidos na concepção dos recursos “+ Química Digital”
   4.1. As ferramentas e os programas usados
      4.1.1. Câmara de vídeo
      4.1.2. Scanner HP
      4.1.3. Breve referência ao Macromedia FreeHand
      4.1.4. Breve referência ao Adobe Photoshop
      4.1.5. Breve referência ao Macromedia Flash
      4.1.6. Breve referência ao Adobe Premíere
      4.1.7. Breve referência ao Pro-Tools – HD7

5. Aspectos visuais relacionados com a concepção dos recursos “+ Química Digital”
   5.1. A imagem
   5.2. A cor
   5.3. O texto e o tipo de letra
   5.4. O áudio
   5.5. A composição espacial dos ecrãs
   5.6. O interface
   5.7. A animação

CAPÍTULO 5 - ESTUDO DE IMPACTO DOS RECURSOS ”+QUÍMICADIGITAL” COM ALUNOS DO 7º ANO DE ESCOLARIDADE

1. A amostra do estudo
   1.1. Caracterização geral da amostra

2. Sequência de aplicação/avaliação dos recursos digitais usados
   2.1. Planificação e preparação das aulas
   2.2. Produção de materiais de apoio aos recursos “+ Química Digital”.
   2.3. Registo de observações efectuadas
   2.4. Avaliação de software educativo

CAPÍTULO 6 - ANÁLISE DE RESULTADOS

1. Efeitos da utilização dos recursos ”+ Química Digital”nos alunos
   1.1. Análise das folhas de resposta
      1.1.1. Associadas aos roteiros de exploração, guiões de visualização dos vídeos e fichas de trabalho
   1.2. Análise das observações efectuadas
   1.3. Análise das entrevistas

2. Avaliação dos recursos ”+ Química Digital”
   2.1. Análise das entrevistas dos alunos

CAPÍTULO 7 - CONCLUSÕES FINAIS E PROPOSTAS PARA PROJECTOS FUTUROS

1. Conclusões finais
   1.1. Impressões dos participantes no estudo
   1.2. Considerações sobre o estudo realizado
   1.3. Sugestões de melhoramento e enriquecimento dos recursos desenvolvidos

2. Propostas para projectos futuros

3. Autocrítica e reflexão

CAPÍTULO 8 - BIBLIOGRAFIA

a a a
a
Logo “+ Química Digital”
Recursos digitais no ensino da Química:
uma experiência no 7º ano de escolaridade

Carla Susana Lopes Morais

Orientador:
Prof. Doutor João Carlos de Matos Paiva

a a a
a a a
a
Capa p
Agradecimentos e Resumo p
Índice p
Introdução p
Capítulo 1 p
Capítulo 2 p
Capítulo 3 p
Capítulo 4 p
Capítulo 5 p
Capítulo 6 p
Capítulo 7 p
Capítulo 8 p
Anexo I p
Anexo II p
Anexo III p
Anexo IV p
Anexo V p
Anexo VI p
Anexo VII p
   
Recursos  
   
Tese Completa p
Tese Completa p

 

dfg
a a a
a a a
a

dfg
a a a

Get Adobe Reader  Get Macromedia Flash Player