Caça Notícias
Bateria carrega telemóvel em 10 segundos
Magalhães em Macau com teclado em chinês
Segunda maior central solar em Portugal começa a produzir terça-feira
Versão táctil do Cubo de Rubik
 
Outras Notícias
Jornais

Banda Larga
Projecto Banda Larga
Divulgação cientifica
Vídeos com demonstrações laboratoriais

Sótão
Histórico
Imprensa
Ciência 3D
ReadCiencias
Software Educativo
Boletim da SPM
Softciências
Água virtual
wwwantr
wwwqui
wwwfi
Imagens

O Mocho Responde
Obtenha Resposta às suas Questões
 

 
 
OS MAIS POPULARES

NOVIDADES

SUGERIR LINK

CRÉDITOS

COMENTÁRIOS

ESTATÍSTICAS DE ACESSOS

MAPA DO SITE



Visitas: 342083
 
O MOCHO :: O MOCHO RESPONDE :: ANTROPOLOGIA :: OS PRIMATAS E NÓS :: RELATIVIDADE E OUTRO FACTORES
 
 
 

Relatividade e outro factores

 
  Eugénia Cunha   
 
Não é, de todo, uma questão de tamanho absoluto do cérebro, mas sim de tamanho relativo do cérebro. O tamanho cerebral tem que ser visto comparativamente ao tamanho corporal. Precisando os corpos maiores de
cérebros igualmente maiores para controlar as suas funções, é óbvio que o tamanho corporal tem que ser tido em conta e, consequentemente, que o tamanho absoluto do cérebro não é informativo sobre a sua capacidade. No caso do mencionado elefante, o seu cérebro é cerca de 4 vezes maior do que o nosso, no entanto o elefante é claramente muito diferente em termos comportamentais do homem. O nosso cérebro é cerca de três vezes maior do que o esperado para um símio de igual tamanho corporal. Sem dúvida que, ao longo da evolução humana, os cérebros maiores foram seleccionados, porque eram melhores. Mas é também evidente que não é só o tamanho que interesse: a estrutura cerebral é também crucial. A recente descoberta de que os 1ºs hominídeos que saíram de África (os hominídeos de Dmanissi) tinham, afinal, cérebros pequenos, é uma prova disso mesmo. Resumindo, mesmo o tamanho cerebral relativo não pode ser considerado uma medida da inteligência. Os "segredos" das nossas capacidades cognitivas residem essencialmente na estrutura interna desse órgão super complexo que é o nosso cérebro.


Eugénia Cunha
Departamento de Antropologia
Universidade de Coimbra
 
 
 
 
Ver árvore
 
 
Pesquisa

Pesquisar

Pesquisa Avançada

Destaques
Pio do Mocho
Tabela Periódica
Moodle Softciências
Roteiro de Ciência
Astrosoft
Magia dos Números
Áreas por Decomposição
Molecularium
Nonius
Gazeta de Física
Jogo das Coisas
Ozono
Jogos TP
Roleta Matemática
Roleta Química
 
PRISMA
Da Semente ao Fruto
Soc. Port. Química
Soc. Port. Física
Soc. Port. Mat.
Clipart Química
Concep. Alternativas
P. Conhecimento
Museu de Física
Ciência a Brincar
Potências de 10
Exploratório
Ciência em Casa
Serreta - Vulcões
Ciência PT
Ciência Hoje
Ciência Viva
Ciência em Portugal
De Rerum Natura

Sondagens
Acha positiva a iniciativa de disseminar e fomentar a utilização do computador portátil "Magalhães" nas aulas do 1º ciclo?
 
      

 APOIOS
  Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e tecnológica CRIE - Equipa de Missão Computadores, Redes e Internet na Escola
FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional
POS_C - Programa Operacional Sociedade do Conhecimento
Programa Operacional Ciência e Inovação 2010<br>Ministério da Ciencia Tecnologia e Ensino Superior

 RESPONSABILIDADE
  Centro de física Computacional da Universidade de Coimbra

 COLABORAÇÕES
  Cnotinfor, Lda Faculdade de Ciências da Universidade do Porto
  Exploratório - Centro Ciência Viva Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
Centro de Física Computacional © 1998 - 2019 Todos os direitos reservados.
web design:
www.cnotinfor.pt