A relação entre o valor de pH e a concentração de iões de hidrogénio - demonstração qualitativa

Os estudantes que iniciam o estudo da química rapidamente ficam familiarizados com o uso da escala de pH, mas costumam expressar (ou são levados a expressar) alguma ansiedade sobre o significado de "valor de pH". A definição operacional que lhes é dada tem uma virtude, uma vez que neste nível de ensino os estudantes ainda não têm grande suporte matemático. Contudo um maior aprofundamento do conceito deverá ser efectuado de forma a haver uma maior aceitação por parte dos estudantes. A seguinte experiência revela-se proveitosa neste aspecto.


A experiência é montada de acordo com a figura 1. Um pequeno recipiente de vidro limita o volume de hidrogénio retido.

Colocam-se umas gotas de ácido clorídrico diluído na mistura em contínua agitação. À medida que o magnésio e o ácido clorídrico são misturados nota-se uma clara efeverescência, o gás libertado é o hidrogénio, como se pode mostrar aos alunos recolhendo uma pequena amostra e fazendo uso de uma chama. O indicador toma uma cor correspondente a um baixo valor de pH. Com o decorrer da reacção a quantidade de hidrogénio diminui e neste momento o indicador mostra uma rápida mudança de cor, de um baixo valor de pH para um alto valor de pH. A adição de umas gotas de um outro ácido irá levar aos mesmos resultados.

A conclusão de que 'um baixo valor de pH significa uma grande quantidade de iões de hidrogénio na solução' pode ser sugerida pelos alunos, desde que acham algumas "ajudas" por parte do professor.

Comentários e sugestões