Físico dinamarquês nascido em Copenhaga em 1885, cidade onde viria a falecer.

Licenciou-se na sua cidade natal em 1911 e trabalhou com J. J. Thomson e E. Rutherford em Inglaterra. Em 1913, aplicando a teoria da quantificação aos electrões do modelo atómico de Rutherford, conseguiu interpretar algumas das propriedades das séries espectrais do hidrogénio e a estrutura do sistema periódico dos elementos. Formulou o princípio da correspondência e, em 1928, o de complementaridade. Estudou ainda o modelo nuclear da gota líquida, e antes da descoberta do plutónio, previu a propriedade da cisão, análoga à do U-235.

Bohr recebeu o Prémio Nobel da Física em 1922.