Cientista inglês nascido em Sussex em 1897 e falecido em Brighton em 1956.

Estudou na Universidade de Oxford. De 1900 a 1902 foi demonstrador de Química na Universidade de McGill, Montreal, onde trabalhou com Rutherford. Esteve nas Universidades de Glasgow e de Aberdeen, e de 1916 a 1936 regeu as cadeiras de Química inorgânica e Química-física na Universidade de Oxford. Realizou numerosos trabalhos de investigação experimental, sendo um dos primeiros nos estudos da radioactividade; em colaboração com Rutherford, desenvolveu a teoria da desintegração de radioelementos. Em 1912 introduziu a noção de isótopo e em 1921 foi-lhe atribuído o Prémio Nobel da Química.