Magnésio


Lâmpadas de flash
Aviões, bicicletas de estrada
Tijolos para chaminés
Antiácido (hidróxido de magnésio)

Aplicações

Entre outras aplicações dos seus compostos salientam-se a utilização do óxido de magnésio no fabrico de materiais refractários e nas indústrias da borracha, fertilizantes e plásticos, o uso do hidróxido em medicina como antiácido e laxante, do carbonato básico como material isolante em caldeiras e tubagens e ainda nas indústrias da borracha, dos cosméticos e

farmacêutica. Por último os sulfatos (sais de Epsom) são usados como laxantes, fertilizantes para solos empobrecidos em magnésio e ainda nas indústrias têxtil e papeleira; e o cloreto é usado na obtenção do metal, na indústria têxtil e no fabrico de colas e cimentos especiais. Entre os compostos orgânicos do magnésio refiram-se os reagentes de Grignard usados na síntese orgânica e, em larga escala, no fabrico de silicionas. Merece ainda referência especial a clorofila, que desempenha um papel fundamental no metabolismo nas plantas.

As aplicações do metal são múltiplas, sendo de citar em primeiro lugar a construção mecânica, sobretudo nas indústrias aeronáutica e automóvel, quer como metal puro, quer sob a forma de ligas com alumínio e zinco, ou com metais menos frequentes, como o zircónio, o tório, os lantanídeos e outros. Utiliza-se ainda no fabrico de explosivos, em pirotecnia, na produção de compostos orgânicos ou organometálicos, no fabrico de baterias leves e de dispositivos anticorrosão, como agente redutor na produção do berílio, titânio, háfnio, zircónio, urânio e outros metais, na purificação industrial de gases como o hidrogénio e argon, etc.