Enxofre


Ocorrência

O enxofre encontra-se, sobretudo, na forma de sulfatos, como, por exemplo, o sulfato de cálcio (gesso e anidrite), sulfato de magnésio (sal de Epsom e kieserite), sulfato de bário (barita), sulfato de estrôncio (celestite), e sulfato de sódio (glauberite). Todas as águas têm ião sulfato e algumas têm também hidrogeno-sulfureto (águas sulfúreas); destas, as mais ricas em Portugal continental são as águas de S. Vicente (Douro), além das de Vizela, Entre-os-Rios, Felgueiras, Aregos, Caldas da Rainha, etc.

Este elemento encontra-se também, frequentemente, na forma de sulfuretos metálicos, como a pirite, a calcopirite, a galena, a blenda, o rosalgar e o cinábrio. Os gases vulcânicos contêm dióxido de enxofre e sulfureto de hidrogénio, que se encontram igualmente em solução nas águas sulfúreas.

As fontes mais importantes de enxofre são, porém, os jazigos de enxofre no estado nativo, que se encontra principalmente nos E.U.A. (Louisiana e Texas), nas Antilhas e no Japão. Na Europa, os principais depósitos encontram-se na Sicília. Em Espanha, encontram-se depósitos na Serra de Gador (Almeria). Em Portugal, existe nas Furnas de S. Miguel (Açores).