Escândio


O escândio foi descoberto em 1876 por Lars Fredrik Nilson, em Uppsala, na Suécia, com base no estudo do minério euxenite, embora a sua existência já tivesse sido inferida por Dimitri Mendeleev em 1868, com base no seu quadro periódico dos elementos. Não é um elemento raro, sendo duas vezes mais abundante que o boro. No entanto, dada a extrema dificuldade para o obter em estado de pureza suficiente, tem sido pouco estudado e a sua química não é bem conhecida.