Titânio


Ocorrência

O titânio não aparece livre na Natureza. No entanto, combinado com outros elementos é bastante abundante, aparecendo em pequenas quantidades na maioria das rochas eruptivas, sedimentares e metamórficas.

Os seus minérios mais vulgares são a ilmenite, o rutilo, a arizonite (titanato de ferro), a brookite, a anatase, o leucocheno (ilmenite, o rutilo, a arizonite (titanato de ferro), a brookite, a anatase, o leucocheno (dióxido de titânio), a perovskite (titanato de cálcio), e outros. Os dois primeiros têm importância comercial, encontrando-se em depósitos espalhados por todo o globo. Encontram-se importantes depósitos de rutilo e ilmenite na Austrália, Argentina, EUA, África Central, Brasil, Canadá, Egipto, Índia e Noruega. Os maiores depósitos de rutilo conhecidos situam-se na Austrália.