Cobalto


Fonte de radiação gama
Lâminas
Ímanes permanentes
Conversor catalítico de gases de escape

Aplicações

O cobalto e os seus compostos têm variadíssimas aplicações. São largamente usados quer em laboratório quer na indústria como catalisadores; por exemplo, o molibdato de cobalto é um catalisador muito utilizado na indústria petrolífera para a hidrodessulfuração e reforming de petróleos.

Quanto aos isótopos radioactivos deste elemento, aquele que mais aplicações tem é o Co 60, que constitui actualmente a fonte de radioactividade mais utilizada. O cobalto 60 emprega-se na esterilização a frio de substâncias alimentares várias, método este que se desenvolve actualmente nos E. U. A., Austrália, Inglaterra, França e Rússia. Além das aplicações anteriores, os derivados do cobalto têm emprego em cerâmica, vidraria, fabrico de esmaltes (sua mais antiga aplicação), no fabrico de numerosas ligas, de aços especiais, na preparação de sais para a agricultura e na cobaltagem. O composto que se utiliza no fabrico de esmaltes é o Co3O4, empregue, por exemplo, na esmaltagem sobre ferro e aço. Em cerâmica e pintura, os derivados do cobalto têm muitas aplicações para preparação de pigmentos corados.

Os compostos de cobalto têm ainda aplicação no fabrico de uma "tinta simpática" constituída por uma solução ligeiramente rósea de cloreto cobaltoso, que por aquecimento se torna azul, ficando a escrita visível; e nos higrómetros visuais, que devido à impregnação de uma mistura de sal de cobalto e gelatina, mudam de azul a rosa sob a acção da humidade atmosférica.