Gálio


O gálio foi descoberto em 1875 pelo químico francês Lecoq de Boisbaudran. A análise espectroscópica de concentrados de blenda de zinco dos Pirinéus, revelou novas riscas de emissão cuja posição correspondia à prevista para o elemento que faltava na tabela de Mendeléev e que ficava entre o alumínio e o índio. Mais tarde, Boisbaudran preparou este novo elemento, por electrólise de soluções cáusticas, e descobriu algumas das suas propriedades. Ao elemento, deu o nome de gálio em honra à sua terra natal que em latim se denominava Gallia.