Arsénico


O arsénico é encontrado na Natureza pelo homem desde a Antiguidade. Já Aristóteles referencia o sandarach (trisulfureto de arsénico) no quarto século antes de Cristo. No séc. I d.C. Plínio afirmou que o sandarach podia ser encontrado nas minas de ouro e prata e que o trióxido de arsénico é composto da mesma matéria que o sandarach. No séc. XI eram conhecidas três espécies de arsénico: a branca, a amarela e a vermelha, conhecidas respectivamente por trióxido de arsénico, trisulfureto de arsénico e disulfureto de arsénico (realgar).