Estrôncio


Acção Biológica

O estrôncio tem um papel semelhante ao do cálcio no metabolismo humano, não sendo, portanto, tóxico. No entanto, os isótopos naturais Sr-89 e Sr-90 são extremamente perigosos uma vez ingeridos, pois ocupam o lugar do cálcio na estrutura óssea. Actuam, então, como fonte de radiação interna, podendo danificar a medula óssea e as células sanguíneas em formação e contribuíndo para o aparecimento do cancro. O brometo e o cloreto de estrôncio são utilizados em Medicina para controlar certos distúrbios nervosos. Outros compostos deste elemento aplicam-se no tratamento do reumatismo.