Lantânio


Acção Biológica

Está provado que a injecção de soluções de lantânio produz hiperglicemia, hipotensão, degeneração do baço e alterações hepáticas, nos animais. O elemento praticamente não é absorvido por via oral, ao passo que por via intramuscular a sua eliminação é muito demorada. Os compostos de lantânio provocam irritações oculares na conjuntiva e opacificação da córnea após um período de latência de algumas horas. A exposição a vapores de lantânio provoca irritação e apura os sentidos do paladar e do olfacto.

Alguns cloretos de terras raras, como por exemplo o cloreto de lantânio (LaCl3), são conhecidos pelas sua propriedades anticoagulantes embora devam ser utilizados com muito cuidado. Genericamente, os sais de lantânio são considerados compostos de baixa ou moderada toxicidade.