Európio


Cinescópios de TV a cores
Écran de raios X
Captor de neutões
Memórias de computador

Aplicações

Até 1964, o európio utilizou-se principalmente como absorvente de neutrões, no controlo de reactores nucleares. Nesta data ocorreu uma revolução na indústria de terras-raras, originada pelo anúncio do desenvolvimento de um novo fósforo vermelho para televisões a cores. Este consistia de ortovanadato de ítrio activado por európio, que veio substituir o sulfureto de cádmio-zinco activado por prata. Graças a esta descoberta o consumo de európio teve um aumento fenomenal na indústria de televisões a cores.