Gadolínio


A descoberta do gadolínio é normalmente atribuída ao químico suiço Marignac. Este investigador isolou o elemento, em 1880, a partir de uma mistura chamada ítria que tinha sido obtida por Mosander. Quase simultaneamente, Boisbaudran isolou o gadolínio a partir da didímia, uma mistura de várias terras raras, e que já havia desempenhado um papel bastante importante na descoberta do cério e do lantânio. O elemento recebeu o nome de gadolínio em honra do químico sueco Gadolin.

O gadolínio elementar é um metal com um aspecto semelhante ao aço, quimicamente muito activo como atesta a forte reação com diversos ácidos diluídos, dando origem a nitratos, cloretos, etc.