Tório


Acção Biológica

Os riscos do tório para a saúde humana podem ser classificados em radiológicos, químicos e de combustão.

Os perigos radiológicos do tório estão relacionados com a radioactividade dos seus isótopos, particularmente na cadeia de decaimento de tório 232 para chumbo 208. No corpo humano, os isótopos de tório tendem a concentrar-se no fígado, nos rins, no baço e na medula óssea.

A toxicidade química do tório é relativamente baixa, embora a injecção intravenosa de compostos deste elemento possa causar graves perturbações ou mesmo a morte.

Algumas ligas de tório são pirofóricas, podendo desintegrar-se e explodir quando expostas ao ar. Este perigo de combustão espontânea é particularmente evidente em amostras de pó do metal e das referidas ligas. Por todas estas considerações, o tório e sua ligas devem ser manuseadas com bastante cuidado e com utensílios e vestuário adequados.