Rutherfórdio


A descoberta deste elemento é disputada entre as equipas de investigação do Instituto de Dubna (Rússia) e da Universidade de Berkeley.

Em 1964, investigadores em Dubna isolaram o elemento 104 através de reacções de colisão entre iões de Pu 242 e de Ne 22. Sugeriram o nome de Kurchatóvio e o símbolo Ku, em honra de Igor Vasilevich Kurchatov. No entanto, em 1969, a equipa de Berkeley conseguiu isolar um isotopo do elemento 104, criado da colisão de Cf 249 e de C 12. Estes investigadores propuseram o nome Rutherfórdio (Rf) em honra do cientista Neo-Zelandês Ernest Rutherford, cujo trabalho foi crucial para a compreensão do núcleo atómico. Rutherfórdio é agora o nome preferido pela IUPAC.

Veja ainda: Propriedades: Isótopos