111


Este elemento foi descoberto em 1994, por S. Hofmann, V. Ninov, F. P. Hessberger, P. Armbruster, H. Folger, G. Münzenberg, entre outros, no GSI (Gesellschaft für Schwerionenforschung) em Darmstadt, Germany.

Foi produzido através de colisões entre Bi 209 e Ni 64, no acelerador de iões pesados UNILAC, no GSI.

Actualmente, o elemento é apenas referido pela sua numenclatura IUPAC.