O Sistema Periódico


Classificação Inicial

Existiram muitas tentativas para classificar os elementos com base em diversas propriedades, como o carácter ácido ou básico dos seus óxidos, a sua valência ou as suas qualidades metálicas ou não-metálicas.

1. Óxidos ácidos e básicos

Com o desenvolvimento da distinção entre ácidos e bases, os elementos são separados em dois grandes grupos, de acordo com a capacidade de os seus óxidos produzirem ácidos ou bases com a água. Neste sistema há elementos que surgem nos dois grupos, com o é o caso do manganésio, uma vez que dá origem a um óxido básico, MnO, e a um óxido ácido Mn2O7. Para além disso, existem certos óxidos que não se combinam com a água. Esta classificação era, portanto, inadequada.

2. Valência

Apesar de ter sido ponderada como propriedade classificativa dos elementos, a valência é demasiado inconstante para servir de base a um arranjo sistemático.

3. Elementos metálicos e não metálicos

Se um elemento, no estado sólido, não exibe um brilho metálico nem é bom condutor da electricidade, então é certamente um não-metal. Esta classificação foi utilizada durante algum tempo. No entanto, a disparidade de algumas propriedades físicas e quí micas de certos elementos, impediam uma classificação rigorosa. Por exemplo, os metais têm uma forte tendência a perder electrões, criando iões positivos. Contudo certos compostos de crómio e manganésio são formados a partir dos seus iões negativos!