Rosto
Hipertextos
 
Espectro

O Mocho do SoftCiências

 

Espectro electromagnético

Ultravioleta


Raios gama | Raios X | Ultravioleta | Visível | Infravermelho | Micro-ondas | Rádio

Adjacente à luz visível no espectro electromagnético encontra-se a região dos raios ultravioletas, descoberta por Johann Wilhelm Ritter (1776-1810).

Parte importante da luz que o Sol envia para a Terra é luz ultravioleta. Os raios ultravioleta do Sol têm energia suficiente para ionizar os átomos do topo da atmosfera, criando assim a ionosfera. Devido ao seu intenso efeito químico, esta radiação produz alterações químicas na pele humana, levando ao seu escurecimento. Uma exposição excessiva à luz ultravioleta pode provocar o cancro da pele. Felizmente o ozono existente na atmosfera absorve o que poderia constituir feixes letais de ultravioleta.

Bronzeado artificial A radiação ultravioleta acelera o bronzeamento. Quando em excesso pode provocar o cancro..

O olho humano não consegue ver facilmente no ultravioleta porque a córnea absorve-o particularmente para pequenos comprimentos de onda, enquanto que o cristalino absorve mais fortemente para comprimentos de onda maiores. Alguns animais, como por exemplo as abelhas e os pombos, reagem aos ultravioletas.

Localização no espectro:

A região do ultravioleta estende-se dos 8x1014 Hz até cerca de 3,4x1016 Hz (com comprimentos de onda desde 3,75x10-7 m ate cerca de 8x10-9 m).

Fontes desta radiação:

O átomo emite um fotão ultravioleta quando um electrão executa uma transição a partir de um estado fortemente excitado.

Aplicações:

A grande actividade química das radiações ultravioletas confere-lhes poder bactericida, sendo aproveitado na esterilização de alguns produtos.

Algumas substâncias quando sujeitas às radiações ultravioletas emitem luz visível. Os átomos destas substâncias, chamadas fluorescentes, absorvem a radiação ultravioleta (invisível), e irradiam radiação visível para o ser humano. Os ponteiros de alguns relógios contêm vestígios dessas substâncias para serem visíveis à noite.

Outras substâncias, designadas fosforescentes, mantêm a emissão de luz visível durante algum tempo depois de terem sido sujeitas a radiação ultravioleta.

Devido a estas propriedades de fluorescência e fosforescência, as radiações ultravioletas são utilizadas para detectar fraudes (notas ou bilhetes falsificados, por exemplo).

Topo
Rosto