Rosto
Ensino
 
  8º ano
  9º ano
  10º ano
  11º ano
  12º ano

O Mocho do SoftCiências

 

Programas do Ensino Secundário

8º ano - Química



Unidade Temática 1: Nós e o Mundo Material

  • Caracterizar, em linhas gerais, a Química e suas relações com outras ciências.
  • Distinguir situações nítidas onde ocorram transformações físicas e transformações químicas.
  • Relacionar aspectos do quotidiano com a Química.
  • Ilustrar a importância da Química como resposta a solicitações do Homem e da Sociedade.
  • Reconhecer a Química como um ramo de estudo aliciante.
  • Reconhecer que muitos materiais da Natureza são matérias-primas e que as suas fontes são limitadas.
  • Distinguir substâncias de misturas de substâncias.
  • Reconhecer, por leitura de rótulos, que vários produtos de consumo, designadamente, alimentos e águas minerais, são misturas de substâncias.
  • Apreciar criticamente a presença de impurezas em certos produtos de consumo.
  • Caracterizar misturas homogéneas, heterogéneas e coloidais.
  • Utilizar, em situações concretas, os termos «solução», «soluto», «solvente», «solução concentrada» e «solução diluída».
  • Realizar cálculos simples relativos à composição de soluções expressa em massa de soluto por volume de solução.
  • Indicar propriedades físicas que permitam caracterizar as substâncias.
  • Reconhecer que a grandeza densidade ajuda a caracterizar uma substância.
  • Caracterizar a água pelo seu ponto de ebulição.
  • Reconhecer a determinação do ponto de ebulição (e de fusão) como critérios de pureza.
  • Interpretar a separação por destilação.
  • Seleccionar, em casos simples, o(s) método(s) adequado(s) para separar os componentes de uma mistura de substâncias.

Unidade Temática 2: Substâncias Químicas: O que são e o que se faz com elas

  • Referir o interesse de decomposições que ocorram por acção do calor.
  • Reconhecer a decomposição da água em oxigénio e hidrogénio por acção da electricidade - electrólise.
  • Reconhecer o interesse industrial de algumas reacções de electrólise.
  • Reconhecer que certas transformações são desencadeadas por acção mecânica: fricção ou choque.
  • Verificar que há substâncias que se transformam noutras por acção da luz.
  • Salientar a importância das reacções por acção da luz na biologia e na fotografia
  • Reconhecer os potenciais riscos para os seres vivos resultantes de uma exposição excessiva à luz solar.
  • Utilizar os termos: reacção, reagente e produtos de reacção.
  • Realçar a importância das reacções com oxigénio, nomeadamente na combustão e na corrosão de metais.
  • Indicar experiências que sugiram que a matéria é constituída por corpúsculos em incessante movimento.
  • Inferir o pequeníssimo tamanho dos corpúsculos constituintes da matéria.
  • Distinguir estados físicos da matéria em termos da agregação corpuscular.
  • Reconhecer o carácter mais limitado dos movimentos corpusculares nos sólidos e nos líquidos do que nos gases.
  • Reconhecer que o volume de uma amostra de gás não depende do tamanho dos respectivos corpúsculos. Relacionar qualitativamente a pressão de um gás com as colisões dos corpúsculos contra uma superfície.
  • Associar a variação da temperatura de um gás com a variação de velocidades dos respectivos corpúsculos.
  • Interpretar qualitativamente as variações de pressão de um gás com o volume e a temperatura em termos cinético-corpusculares.
  • Referir que as unidades estruturais das substâncias podem ser átomos ou grupos de átomos (moléculas).
  • Representar, numa primeira aproximação, as moléculas como associações de átomos esféricos.
  • Inferir que há substâncias constituídas por átomos todos iguais - substâncias elementares - e substâncias constituídas por átomos diferentes -substâncias compostas.
  • Referir que há substâncias constituídas por átomos ou grupos de átomos portadores de carga eléctrica.
  • Indicar símbolos de átomos num conjunto representativo de exemplos.
  • Indicar fórmulas de algumas moléculas com base nos símbolos dos átomos.
  • Reconhecer que as fórmulas das moléculas são utilizadas como fórmulas químicas de substâncias.
  • Reconhecer numa tabela a ocorrência de iões monoatómicos e poliatómicos.
  • Reconhecer numa tabela a ocorrência de iões de carga múltipla da de outros.
  • Indicar a fórmula química de compostos iónicos correntes, a partir de uma tabela de símbolos e fórmulas de iões
  • Referir que nas reacções químicas não há variação de massa nem variação do número de átomos.
  • Representar reacções químicas por equações químicas, em exemplos simples.
  • Distinguir fenómenos endotérmicos de exotérmicos.
  • Associar variações de temperatura em reacções endotérmicas e exotérmicas com movimentos corpusculares.
  • Reconhecer as combustões como fontes de energia.
  • Reconhecer a existência de reacções lentas e rápidas.
  • Interpretar as reacções químicas e as suas velocidades em termos de colisões moleculares.
  • Interpretar o efeito de concentração dos reagentes na velocidade das reacções em termos de colisões moleculares.
  • Interpretar o efeito da superfície de um reagente sólido na velocidade das reacções em termos de colisões moleculares.
  • Interpretar o efeito da temperatura na velocidade de uma reacção em termos de colisões moleculares.
  • Mostrar a importância do estudo das velocidades das reacções nas industrias química e alimentar, nomeadamente o uso de catalizadores e inibidores.
  • Salientar que nem todas as reacções que se possam imaginar se verificam.
  • Reconhecer a importância da inter-relação imaginação/observação no estudo das reacções químicas.

Unidade Temática 3: Transformações Químicas e o Mundo À Nossa Volta

  • Identificar soluções ácidas e soluções básicas pelas mudanças de cor que produzem em indicadores.
  • Salientar o papel importante da água no comportamento de ácidos e de bases.
  • Graduar o carácter ácido ou básico de uma solução por intermédio de indicadores: escala de pH.
  • Mostrar o comportamento ácido-base de substâncias que não são designadas por ácidos ou bases.
  • Identificar os produtos da reacção entre um ácido e uma base.
  • Traduzir por equações químicas algumas reacções entre ácidos e bases.
  • Reconhecer a importância do comportamento ácido-base nos processos de digestão dos alimentos.
  • Identificar relações entre reacções de ácido-base e o ambiente.
  • Interpretar a formação de sais pouco solúveis (precipitados) a partir de sais solúveis.
  • Traduzir por equações químicas algumas reacções de precipitação.
  • Identificar alguns minerais simples e fertilizantes como sais ou misturas de sais.
Topo
Rosto