Glossário


[Exemplos - 2 4 | Glossário | Problemas - 1 2 3 4]



Aumento da Concentração Índice

No sistema em equilíbrio A + B seta dupla C + D, aumentar |A| (sistema momentaneamente aberto) é favorecer a reacção no sentido directo (seta no sentido directo).
O sistema "responde" contrariando o efeito directo da perturbação a que foi sujeito: aumento de |A|.
Se se aumentar |C| o contrário acontece, isto é, a reacção é favorecida no sentido inverso (seta no sentido inverso).
Quantitativamente, Q = |C| |D| / |A| |B| torna-se inferior a K por aumento de |A|. Só volta a ser igual a K se |C| |D| aumentar, o que se verifica pelo favorecimento da reacção no sentido directo. De modo semelhante, o aumento de |C| torna Q superior a K até que no novo equilíbrio, Q = K, à custa da transformação no sentido inverso.

Redução da Concentração Índice

No sistema em equilíbrio A + B seta dupla C + D, reduzir |A| (sistema momentaneamente aberto) é desfavorecer a reacção no sentido directo (seta no sentido directo).
O sistema "responde" contrariando o efeito directo da perturbação a que foi sujeito: redução de |A|.
Se se reduzir |C| (ou |D|) o contrário acontece, isto é, a reacção é desfavorecida no sentido inverso (seta no sentido inverso).
Quantitativamente, Q = |C| |D| / |A| |B| torna-se superior a K por aumento de |A|. Só volta a ser igual a K se |C| |D| diminuir, o que se verifica pelo favorecimento da reacção no sentido inverso. De modo semelhante, diminuir |C| (ou |D|) torna Q inferior a K até que no novo equilíbrio, Q = K, à custa da transformação no sentido directo.

Redução de Volume Índice

Reduzir o volume é aumentar a concentração de todas as espécies. O efeito é igual em reagentes e produtos nos casos A + B seta dupla C + D ou aA + bB seta dupla cC + dD com a + b = c + d, pelo que, para este tipo de reações, a variação de volume não tem nenhuma implicação no estado de equilíbrio.
Mas o efeito de aumento de concentração é maior nos reagentes se a + b > c + d, favorecendo-se então a reacção no sentido directo (seta no sentido directo).
O sistema "responde" contrariando o efeito directo da perturbação a que foi sujeito: aumento da concentração com maior reflexo nos reagentes.
O efeito de aumento de concentração é maior nos produtos se a + b < c + d, favorecendo-se então a reacção no sentido inverso (seta no sentido inverso).
O sistema "responde" contrariando o efeito directo da perturbação a que foi sujeito: aumento da concentração com maior reflexo nos produtos.
Em qualquer dos casos diminuir o volume é aumentar a pressão do sistema e tem como efeito a transformação que conduz à diminuição do número de moléculas, assim contrariando o aumento de pressão.
Quantitativamente:

Aumento de Volume Índice

Aumentar o volume é reduzir a concentração de todas as espécies. O efeito é igual em reagentes e produtos nos casos A + B seta dupla C + D ou aA + bB seta dupla cC + dD com a + b = c + d, pelo que, para este tipo de reações, a variação de volume não tem nenhuma implicação no estado de equilíbrio.
Mas o efeito de redução de concentração é maior nos reagentes se a + b > c + d, favorecendo-se então a reacção no sentido inverso (seta no sentido inverso).
O sistema "responde" contrariando o efeito directo da perturbação a que foi sujeito: redução da concentração com maior reflexo nos reagentes.
O efeito de redução de concentração é maior nos produtos se a + b < c + d, favorecendo-se então a reacção no sentido directo (seta no sentido directo).
O sistema "responde" contrariando o efeito directo da perturbação a que foi sujeito: redução da concentração com maior reflexo nos produtos.
Em qualquer dos casos aumentar o volume é diminuir a pressão do sistema; o seu efeito é a transformação que conduz ao aumento do número de moléculas, contrariando assim a diminuição de pressão.
Quantitativamente:

Aumento de Temperatura Índice

Para uma reacção endotérmica A + B seta dupla C + D, o aumento da temperatura favorece a transformação no sentido directo(seta no sentido directo). Para uma reacção exotérmica é favorecida a transformação no sentido inverso (seta no sentido
inverso). Para uma reacção atérmica nenhum efeito se regista.
Em qualquer dos casos, o sistema "responde" contrariando a perturbação a que foi sujeito: aumento de temperatura. Para tal, é favorecida a transformação em que há absorção de energia como calor, o que tende a diminuir a temperatura.
Um aumento de temperatura corresponde a um aumento da agitação atómico-molecular; o efeito é a transformação no sentido em que diminui essa agitação.

Redução de Temperatura Índice

Para uma reacção endotérmica A + B seta dupla C + D, a diminuição da temperatura favorece a transformação no sentido inverso (seta no sentido inverso). Para uma reacção exotérmica é favorecida a transformação no sentido directo (seta no sentido directo). Para uma reacção atérmica não se regista nenhum efeito.
Em qualquer dos casos, o sistema "responde" contrariando a perturbação a que foi sujeito: redução de temperatura. Para tal, é favorecida a transformação em que há libertação de energia como calor, o que tende a fazer aumentar a temperatura.
Uma diminuição de temperatura corresponde a uma diminuição da agitação atómico-molecular; o efeito é a transformação no sentido em que aumenta essa agitação.

Adição de um Catalisador Índice

A adição de um catalisador apenas tem efeito na velocidade da reacção, diminuindo o tempo que o sistema demora a atingir o equilíbrio.
A extensão da reacção não é afectada pela adição de um catalisador, não se alterando o equilíbrio, num ou noutro sentido.
Podemos dizer que o catalisador afecta o valor da energia de activação da reacção, diminuindo a barreira de energia necessária para haver conversão de reagentes em produtos e de produtos em reagentes. A extensão da reacção não depende do valor da energia de activação.


Atérmica Índice

Para sistemas isolados: não há variações de temperatura.
Para sistemas fechados: diz-se de uma reacção que não liberta nem utiliza energia, transferida sob a forma de calor. Quer dizer que o sistema não fornece nem recebe energia como calor das suas vizinhanças no decorrer da reacção.

Constante de Equilíbrio Índice

Para uma reacção química genérica aA + bB + ... seta dupla cC + dD + ... , define-se constante de equilíbrio, em termos de concentrações, para uma dada temperatura, por: Kc = |C|ec . |D|ed ... / |A|ea . |B|eb , em que |X|e representa o valor numérico da concentração (em mol/dm3) de X no equilíbrio.
No caso de gases, a constante de equilíbrio pode também ser definida usando pressões: Kp = |pC|ec . |pD|ed ... / |pA|ea . |pB|eb , com |pX|e representando o valor numérico da pressão parcial de X no equilíbrio.
De notar que na expressão de Kp apenas figuram os componentes gasosos do sistema.

Endotérmica Índice

Diz-se de uma reacção que utiliza energia do exterior, transferida sob a forma de calor, num sistema fechado que, então, capta energia às suas vizinhanças. Tratando-se de um sistema isolado, a temperatura do sistema diminui durante a reacção até ser atingido o equilíbrio. Isto é, diminui o grau de agitação atómico-molecular.

Equilíbrio Químico Índice

Situação atingida quando reagentes e produtos de uma reacção química mantêm constantes as suas concentrações ao longo do tempo.
Nesta circunstância, o ritmo de transformação de reagentes em produtos é igual ao ritmo de transformação de produtos em reagentes. Diz-se, pois, que o equilíbrio químico corresponde a uma situação dinâmica, significando isto que, atingido o estado de equilíbrio, não cessam as transformações reagentes - produtos e produtos - reagentes, mas antes se dão em igual ritmo, de tal forma que as respectivas concentrações não são alteradas.

Exotérmica Índice

Diz-se de uma reacção que transfere energia para o exterior, sob a forma de calor, num sistema fechado que, então, fornece energia às suas vizinhanças. Tratando-se de um sistema isolado, a temperatura do sistema aumenta durante a reacção até ser atingido o equilíbrio. Isto é, aumenta o grau de agitação atómico - molecular.

Pressão Índice

Grandeza física definida como a força exercida por unidade de área. No Sistema Internacional (SI), a sua unidade é o pascal (Pa).
1 Pa = 1 N/m². Para a pressão de gases utiliza-se mais frequentemente a atmosfera (atm) (1 atm = 760 Torr aproximadamente igual 105 Pa, com 1 Torr = 1 mm Hg).

Princípio de Le Chatelier Índice

Se for imposta uma alteração, de concentrações ou de temperatura, a um sistema químico em equilíbrio, a composição do sistema deslocar-se-á no sentido de contrariar a alteração a que foi sujeito.

Quociente da Reacção Índice

Para uma reacção química genérica: aA + bB + ... seta dupla cC + dD + ... , define-se quociente da reacção, em termos de concentrações, para um dado instante, como: Q =|C|c . |D|d . ... / |A|a . |B|b , em que |X| representa o valor numérico da concentração (em mol/dm³) de X.

Sistema Índice

Porção de universo que se considera para estudo. Em particular, conjunto de reagentes no início da reacção (se só houver reagentes) ou conjunto de reagentes e produtos da reacção presentes.
Um sistema diz-se isolado se não puder trocar energia nem matéria com o exterior. Diz-se fechado se não puder trocar matéria com o exterior, embora possa trocar energia. Há ainda sistemas abertos, que podem trocar energia e matéria com o exterior.

Gases Ideais Índice

Considera-se um gás ideal aquele cujo comportamento obedece à equação: PV = nRT, em que P representa a pressão do gás, V o volume ocupado pelo gás, n a quantidade (em mol) do gás, R uma constante (constante dos gases ideais) e T a temperatura absoluta a que o gás se encontra.
Do ponto de vista microscópico, um gás ideal é um gás em que se despreza o volume das próprias moléculas face ao volume do recipiente, bem como se desprezam as interacções entre as moléculas. Assim, para gases ideais, não é importante a qualidade das respectivas moléculas mas apenas a quantidade. Nas condições de pressão e temperatura normais (T = 0°C e P = 1 atm) uma mole de qualquer gás, considerado ideal, ocupa 22,4 dm³. A pressão de um gás ideal é inversamente proporcional ao volume que ele ocupa e directamente proporcional à quantidade (em mol) de gás presente, para uma temperatura constante.

Temperatura Índice

A temperatura é uma medida da agitação média dos corpúsculos - átomos, moléculas, iões - que constituem um dado sistema. Assim, quanto maior for a energia cinética média das moléculas dum gás ideal, maior será a temperatura a que ele se encontra.